Histórico do periódico

A Movimento - Revista de Educação, da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação tem sua origem no Boletim Informativo, publicado em maio de 1970. O Boletim visava informar e integrar professores, alunos e pessoal administrativo em torno das mudanças estruturais e técnico-pedagógicas decorrentes Reforma Universitária do ano de 1968. A ampla aceitação e a repercussão do Boletim, na comunidade acadêmica, motivaram a criação, no ano de 1971 da Revista da Faculdade de Educação.  

Organizada por professores que atuavam, majoritariamente, no nível de Graduação, a Revista vinha dar continuidade ao Boletim por seu caráter, também, informativo. Mais tarde, ela passa a ganhar corpo no sentido de torna-se um periódico acadêmico, pois que visava, não apenas, expor e discutir questões relativas à área educacional e contribuir para a formação de mentalidade esclarecida em matéria de educação, mas também, divulgar assuntos que concorressem para a renovação científica do trabalho pedagógico e atividades desenvolvidas pela Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (FEUFF).

De cunho monográfico e distribuição gratuita, a Revista da Faculdade de Educação contou com o apoio da Editora da UFF (EdUFF), que à época denominava-se Imprensa Universitária, para impressão, bem como apoio financeiro esporádico  da UFF e  da  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e, posteriormente, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) por meio do Programa de Apoio a Periódicos Científicos em Educação.

A partir do segundo semestre de 1982, a Pós-Graduação da Faculdade de Educação integrou-se à produção da mesma, objetivando “divulgar a parte inédita da produção científica dos professores do Curso”.

Ao longo de sua trajetória a Revista da Faculdade de Educação sofreu algumas interrupções na sua periodicidade (1972-1977; 1997- 1987; 1987-2000; 2007-2014).

No período dentre 1999 e 2004, sua denominação é modificada para Movimento – Revista de Educação